Ubuntologia
Use Ubuntu,seja Ubuntologo tambem.

set
30

“Há uns dias atrás circulou a história de uma pessoa que teve que encarar o Windows XP para imprimir um documento em um hotel:
“Eu passei a última semana em Dallas ministrando um curso de administração de sistemas Linux. Parte do meu trabalho era aplicar um exame no último dia do curso, portanto eu precisava imprimir algumas páginas para os candidatos. Bem, eu esqueci de fazer isso enquanto estava no escritório, então quando voltei ao hotel imaginei que poderia fazer isto ali. Foi onde eu fui confrontado novamente com uma máquina com Windows XP…
Eu sabia que provavelmente eu iria imprimir a partir de uma máquina com Windows, então coloquei os arquivos em .pdf em um pequeno dispositivo USB formatado com sistema de arquivos msdos. Eu imaginei que simplesmente conectaria o dispositivo na máquina com XP, mandaria imprimir e pronto. Bom… Acho que estou tão acostumado com o Ubuntu que estou dando muito crédito ao Windows XP. Vou dizer como realmente aconteceu.
Eu conectei meu dispositivo USB e levou um minuto inteiro para reconhecer, carregar e permitir o meu acesso aos dados. Conectando o mesmo dispositivo no Ubuntu espero menos de cinco segundos. Note que o Ubuntu reconhece mais rápido mesmo que o sistema de arquivos não seja nativo do Linux.
Eu naveguei pelo gerenciador de arquivos e encontrei o disco removível. Eu reparei que ele não reconheceu o arquivo .pdf, mas estava me sugerindo que o abrisse com o Internet Exploder. Ok, vamos tentar a opção “abrir com”… não, o Adobe pdf viewer (ou algo compatível) não foi encontrado. Imagino que vou ter que baixar o Adobe Reader. 22Mb de um arquivo auto-executável depois (para um simples visualizador de .pdf? Você está brincando!) eu tentei instalá-lo. Nada, não pude instalar porque eu não era o administrador da máquina. Ok, está ficando interessante.
Então, encontrei um dos funcionários do hotel e perguntei poderiam me ajudar a instalar o Adobe. Me olharam como se eu fosse um imbecil e honestamente me disseram “apenas abra com o Microsoft Word”. Hmmm… ok, esquece. Também me disseram que a impressora “só funciona às vezes” e que poderia querer “ir à biblioteca para imprimir as coisas”.
Por fim, eu simplesmente perguntei se eu poderia apenas conectar a impressora ao meu laptop e imprimir dali. Eles não se importavam. Sim, esses funcionários são nota dez! 🙂
Vamos tentar novamente do jeito “certo”.
Eu conectei o dispositivo USB em meu laptop. Detectou, montou e abriu para visualização em menos de cinco segundos. Dei dois cliques sobre o ícone e ele abriu no Evince. Certo, muito menos trabalho para acessar o documento. Agora vamos à impressora.
Conectei a impressora via USB e esperei um minuto. Talvez trinta segundos depois a impressora estava detectada, instalada e configurada. A área de trabalho me disse que “A impressora X está configurada e pronta para uso”. Legal. Acho que o system-config-printer deveria ser renomeado para zero-config-printer porque é esse o trabalho que se deve fazer para configurar a impressora!
Então cliquei em imprimir no Evince e o documento foi impresso. Feito. Sabe, as pessoas ainda insistem em me dizer que elas não querem usar o Linux porque é difícil ou porque o Windows XP simplesmente funciona para aquilo que eles querem fazer. Está brincando? Só nessa tarde ele me deu duas vezes mais trabalho para *tentar* imprimir algo, que não funcionou. O Ubuntu “simplesmente funcionou”… Vai entender.”
Este foi um caso veridico que ilustra bem como o sistema Linux evoluiu,como e muito mais facil instalar Linux a Windows,sem falar de outras vantagens como:rapidez,segurança e reconhecimento facil do hardware (Diga adeus ao seu cds de drives).Pretendo aqui neste espaço divulgar e informar sobre o linux principalmente o Ubuntu e seus derivados,tudo de uma maneira facil de entender e divertida.como dizem por ai:QUE COMECEM O SHOW!!!